Return to site

Diversidade, Imprevisibilidade e Estratégia.

O Efeito Medici – Como realizar descobertas revolucionários na intersecção de ideias, conceitos e culturas

Frans Johansson, em O Efeito Medici – Como realizar descobertas revolucionários na intersecção de ideias, conceitos e culturas, defende e aponta exemplos de que é possível combinar conceitos existentes em um grande número de inovações. Quanto mais distantes e contraditórias forem os elementos associados maior a inovação resultante. A interseção de domínios de conhecimento, disciplinas ou culturas é um prolífico vetor de inovações:

"Quando você avança por uma intersecção de campos, disciplinas e culturas, é possível combinar conceitos existentes em um grande número de novas ideias extraordinárias."

Johansson atribui o surgimento das interseções de ideias a três eventos:

  1. O crescente intercâmbio e migrações entre países, que uniu estrangeiros, com nacionalidades, línguas e religiões às populações dos mais diversos países do planeta;
     
  2. A convergência das ciências, a proliferação de pesquisas e publicações envolvendo grupos de pesquisadores e múltiplas disciplinas que possibilitam grandes avanços técnicos e científicos;
     
  3. O salto da computação, a conexão de dados, pessoas, processos e coisas.

O autor defende que criar uma cultura de inovação dá muito trabalho e que criatividade não é o mesmo que inovação. As ideias devem ser valiosas para a sociedade e entregar os benefícios que prometem.

O arquiteto Mike Pearce inspirou-se em torres de cupins para projetar um edifício sem ar-condicionado na África. O estudante da matemática Richard Garfield criou o fenomenal jogo "Magic: The Gathering", combinando os campos de jogos de cartas e colecionáveis, e atuando em comunidade também.

O termo inovação está incorporado ao discurso de organizações e profissionais e, em geral, surge como forte exortação a transformações radiciais, quebras de paradigmas, revolução. A prática, no entanto, restringe-se às formas mais simples e efêmeras, envolvem melhorias incrementais e ajustes em processos e produtos.Além de não ser nada revolucionária é o quê os concorrentes também fazem.

Facilmente você associaria a palavra pés com sapatos, meias, pernas e dedos, certo? Mas, conseguiria associar frutas vermelhas com molho picante? Ou salada Ceasar com sopa? A capacidade de fazer essas associações tornou o chef Marcus Samuelsson uma celebridade em Nova Iorque e o levou a conquista de reconhecimento na alta gastronomia mundial. Sim, uma das conclusões apresentadas pelo autor é que barreiras associativas nos auxiliam e nos atrapalham, porém, para realizarmos algo inovador:

...barreiras baixas fornecem uma vantagem.​

A boa notícia é que é possível promover a fertilização cruzada de idéias proposta em O efeito Medici, exatamente como fez a família de banqueiros do século XV que quebrou barreiras tradicionais que separavam disciplinas e culturas e impulsionou a Renascença.

Diversidade é inovação. Imprevisibilidade é oportunidade. Estratégia é execução.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK